9 coisas que você nunca deve dizer em uma briga com seu filho

9 coisas que você nunca deve dizer em uma briga com seu filho – “Qualquer pai e mãe está sujeito a perder a cabeça e acabar brigando com os filhos em um momento ou outro. Claro, o ideal é que todos os conflitos que possam surgir dentro de um lar sejam resolvidos com diálogo e serenidade. Mas quando acontecer de o impulso falar mais alto (tudo bem, somos todos humanos), é importante que, pelo menos, os pais tenham a consciência de que algumas expressões jamais podem ser ditas para as crianças, nem na hora da irritação!

Palavras ou frases como as da lista a seguir só revelam a imaturidade dos pais, além de serem extremamente nocivas para o desenvolvimento emocional dos pequenos. Portanto, se você é pai ou mãe, preste muita atenção nessa lista com nove coisas que você nunca deve dizer ao seu filho e, claro, se esforce para jamais dizê-las.”
1 – “Palavrões –  Palavrões significam falta de argumento. Respire fundo e lembre-se de que você é o adulto e que todas as suas ações ensinam seus filhos sobre como agir diante das situações. Falar palavrões durante uma briga com seu filho dará a ele o mau exemplo e abrirá brecha para que ele faça o mesmo com seus futuros netos. 2- “Você é um … ” Nunca classifique seu filho, principalmente com defeitos e palavras pejorativas. Rótulos e insultos só causam sentimentos de mágoa e raiva. Essas palavras podem marcar seu filho e afetar significativamente seus relacionamentos e autoestima. 3- “Eu não queria você” – Muitas vezes ouvimos da criança o clássico “eu gostaria de nunca ter nascido”. Mas nunca jogue sobre seu filho essa bomba questionando a validade do direito da criança de existir. Essa expressão, quando implantada na mente de seu filho, pode trazer consequências extremamente negativas para a sua saúde mental. 4 – “Você foi um erro” ou “Minha vida acabou depois que você chegou” – Culpar o seu filho por estar aqui não faz sentido e só mostra a sua imaturidade como pai ou mãe. Nascer nunca foi escolha dele e sim sua. E mesmo no calor do momento, fazer uma afirmação tão grave diz mais sobre você do que sobre ele.
5- “Você poderia ser mais comportado igual ao filho da vizinha” – Pode ser que na fase da adolescência, algumas rebeldias de seu filho façam você cair no erro de compará-lo com outros adolescentes. Acontece que seu filho está apenas tentando encontrar a si mesmo. Ele é quem ele é, e sugerir que ele seja como outra pessoa é o mesmo que dizer a ele: “você não é bom o suficiente do jeito que é”. Se ele não puder contar com sua paciência e compreensão nessa fase difícil, com quem poderá contar? 6- “Eu te odeio” ou “eu não te amo mais porque fez isso”” – “Vamos esperar que nenhuma dessas afirmações seja verdadeira. Frases como essas apenas criam um verdadeiro abismo entre você e seu filho amado. Se você chegou ao ponto de dizer isso a ele, talvez seja hora de procurar aconselhamento parental. 7- “Cale a boca” – Provavelmente, o que causou a discussão entre você e seu filho foi uma falha de comunicação. Então, se você demonstra que não quer ouvir o que ele tem a dizer, só está reforçando esse grave problema. 8- “Eu vou embora e não vou mais voltar” – Seu filho precisa de você, não importa o quanto ele alega que não. Nunca dê ao seu filho uma razão para se sentir abandonado. Se você precisa sair para tomar um ar, faça isso. Em seguida, volte! 9- “Saia daqui!” – Seu filho precisa de um refúgio seguro para chamar de lar e um lugar confortável para descansar a cabeça. Mandá-lo para longe não apenas tira dele essa segurança, mas provoca danos catastróficos para o relacionamento entre vocês. E o seu filho pode não estar tão disposto a voltar depois que você se acalmar e quiser que ele volte.”

semprefamilia.com.br/pais-e-filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *