Mamães não joguem fora os dentes de leite de seus filhos; Isso pode salvar a vida deles

Mamães não joguem fora os dentes de leite de seus filhos; Isso pode salvar a vida deles – Guardar os dentes de leite de seu filho pode salvar a vida dele no futuro.

Muitos estudos estão indicando a importância de se guardar os dentes de leite de suas crianças. Por isso, os pais deveriam começar a tomar esse tipo de atitude. Quem não conhece a história da fada do dente? Diversas crianças cresceram conhecendo esse tipo de abordagem, na qual, quando perdiam um dente de leite, deveriam colocar o dentinho embaixo do travesseiro para que a fada do dente pegasse, e no lugar, deixasse uma certa quantia de dinheiro.

Pois bem, muitos pais utilizam esse tipo de estratégia para estimular a criatividade nas crianças e fazer com que elas se sintam mais alegras ao perder um dente. Porém, muitos podem se perguntar o que devem fazer com os dentinhos após eles serem recolhidos. Muitos pais costumam guardar em uma caixa de lembranças, ou colar em algum lugar, enquanto outros preferem se livrar dos dentinhos.

Para os que pensam que jogar fora é uma ótima opção, os cientistas demonstraram o contrário e encontraram uma ótima finalidade para os dentes de leite. Após muitas pesquisas, se chegou à conclusão de que o dente de leite é rico em células tronco. Estas células podem ajudar no tratamento de diversas doenças.

Essa é uma importante informação para os papais e mamães, já que muitos podem desconhecer desta característica de um dente de leite. Portanto, não jogue fora. Guarde, que ele poderá ser uma boa utilidade em um futuro próximo. Os dentes carregam um tecido que pode ser necessário substituir diante de alguma grave doença. Eles auxiliam em doenças como diabetes, mal de Parkinson e outros problemas neurológicos.

Porém, não basta apenas guardar o dente de leite. É necessário tomar outros cuidados, para que se um dia necessário, o tratamento possa ser eficaz. Por isso, é preciso manter o dentinho fresco, para que ele não perca as propriedades essenciais.

Via: semprefamilia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *