O empresário Eike Batista foi condenado a oito anos de prisão, por manipular o mercado financeiro

O empresário Eike Batista foi condenado a oito anos de prisão, por manipular o mercado financeiro

Eike Batista, 63 anos, já foi o homem mais rico do Brasil. Mas atualmente ele foi condenado a quase 8 anos de prisão por manipular o mercado financeiro. Além disso, Eike já foi casado com a modelo Luma de Oliveira, 55 anos, e tem dois filhos com ela. A pena do empresário é de 8 anos em regime semi-aberto. Ou seja, ele pode trabalhar durante o dia, mas terá que voltar para a cadeia pela noite.

Eike Batista é condenado por enganar mercado financeiro – Em suma, Eike foi condenado por enganar investidores da empresa de petróleo com divulgação de informações falsas. A empresa divulgou uma estimativa de ”bilhões de barris” de petróleo que seriam extraídos nos poços da empresa, ainda em fase de perfuração. Mas essas áreas foram devolvidas a Agência Nacional de Petróleo depois, sem produzir uma gota de óleo. Ou seja, ele manipulou o mercado financeiro.  No mais, a juíza Rosália Monteiro Figueira criticou no despacho a conduta de vida de Eike Batista, dizendo até que ele não seria um bom exemplo para seus filhos. Dizendo também que ele desonra o nome da família e causa tormento a sociedade. Por fim, Rosália afirma que Eike cometeu crime porque tem fascínio incontrolável por riquezas e ambição desmedida.

Em suma, de acordo com as informações da UOL, Eike Batista também foi condenado a pagar 10.500 salários mínimos de multa pelos crimes. O empresário ainda poderá recorrer da sentença da juíza em liberdade. Enfim, também foram condenados na decisão judicial dois executivos o ajudaram a divulgar informações falsas: Marcelo Faber Torres, sentenciado a cinco anos, sete meses e seis dias de reclusão em regime semiaberto mais pagamento de multa; e Paulo Manuel Mendes De Mendonca, condenado a cinco anos e dez meses de prisão em regime semiaberto e pagamento de multa. Ambos também poderão recorrer da sentença em liberdade.

areavip.com.br/famosos/
economia.uol.com.br/noticias/estadao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *