Após confusão, ativista pede apreensão do passaporte de Neymar

Após confusão, ativista pede apreensão do passaporte de Neymar

A situação de Neymar pode se complicar ainda mais após confusão com ex-padrasto. A princípio o Ministério Público de São Paulo recebeu uma denúncia contra Neymar e os ”parças” logo após o áudio vazado. No áudio em questão, Neymar e os amigos, chamam Tiago Ramos de ”viadinho” e o ameaça. Sendo assim, o documento pedia a prisão preventiva dos envolvidos. A denúncia em questão foi movida por ativistas do movimento LGBT+ que apontaram crime de homofobia e formação de quadrilha. Além disso, determinaram que o valor de indenização seria de R$ 2 milhões. No entanto, agora o ativista Agripino Magalhães, pediu na justiça a apreensão do passaporte do camisa 10.

Ativista LGBT+ pede apreensão de passaporte de Neymar Jr. – Dessa forma, ativista tem como objetivo, que o craque do PSG não deixe o país. Dessa forma, não atrapalharia um possível inquérito. Além disso, Agripino também teme que Neymar volte para Paris e não seja notificado. ”Eu, como ativista dos direitos da População LGBTI+, junto com o doutor Ângelo Carbone e equipe, de advogados vamos a justiça hoje pedir a apreensão do Passaporte do jogador Neymar Jr.”, informou Agripino.

Em suma, no documento, Agripino destaca que a denúncia contra Neymar e os ”parças” que aparecem no áudio são pelos crimes de homofobia, incitação ao ódio e ameaça de morte de um LGBTI+. Pois, Tiago Ramos já diz se reconhecer como bissexual.  ”Os meus advogados oficializaram denúncia crime contra o jogador Neymar Junior e seus ‘parças’ pelo crime de homofobia, incitação ao ódio e ameaça de morte de um LGBTI+”, escreveu Agripino em suas redes sociais, acrescentando: ” Homofobia e transfobia passaram, a partir do dia 13 de Junho de 2019, a se enquadrar no Art. 20 da Lei N° 7.716/1989, que criminaliza o racismo, e alterou o Art. 121 do Código Penal, incluindo o homicídio motivado por homofobia no rol dos motivos torpes”.

www.areavip.com.br/famosos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *