Roberto Cabrini é criticado após discurso incoerente no SBT sobre coronavírus

Roberto Cabrini é criticado após discurso incoerente no SBT sobre coronavírus
Jornalista disse, entre outras coisas, que estão sobrando vagas nos hospitais para tratamento do novo coronavírus. Na manhã desta quarta-feira, 22, o nome de Roberto Cabrini estava entre os assuntos mais comentados do Twitter, após viralizar um vídeo em que o apresentador do Conexão Repórter, do SBT, afirma que estão sobrando vagas nos hospitais do Brasil para internação, por conta do novo coronavírus.

O editor-chefe do telejornal disse ainda que “o Brasil apresenta o segundo maior caso de sucesso no controle do coronavírus, atrás apenas da Coreia do Sul”, e que possível que, “daqui a um ano, mais do que pandemia, estejamos falando sobre o alarmante número de contratos sem licitação, assinados em caráter de emergência para compras de equipamentos médicos e produtos de proteção superfaturados”.  “O número de pacientes recuperados da covid-19 no Brasil, não sei se você sabe, é seis vezes maior do que o número de vítimas fatais”, completou.  Não demorou muito para que o jornalista recebesse uma enxurrada de críticas. O repórter foi até acusado de tentar agradar o presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), e o patrão, Silvio Santos, com discurso que contradiz todas as informações divulgadas por órgãos de responsabilidade, como a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Assista ao discurso de Cabrini abaixo:

catracalivre.com.br/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *