0

Falece aos 86 anos, uma das maiores representantes da cozinha Brasileira, em Belo Horizonte

Em um país tão diverso como o Brasil, a tradição regional é um dos pontos fortes da cultura nacional. Nesta terça-feira (9), a culinária brasileira perdeu um de seus grandes ícones e está de luto.

Morreu Maria Lucia Clementino Nunes, a Dona Lucinha, aos 86 anos. Ele dá nome a uma famosa rede de restaurantes de comida mineira, que tem estabelecimentos em vários lugares. À reportagem de O Tempo, um funcionário do restaurante de São Paulo contou que Dona Lucinha já estava doente.

Ela repousava em sua casa, em Belo Horizonte. Na manhã desta terça-feira, faleceu de causas naturais. O velório será realizado na capital mineira, e familiares, amigos e pessoas que trabalharam com Dona Lucinha estão a caminho de Belo Horizonte.

Ao longo da carreira, Dona Lucinha foi cozinheira, doceira, feirante, salgadeira, professora, vereadora e quitandeira. Com muita garra, ela criou os 11 filhos e deixou um legado na gastronomia brasileira.

Além dos dois filhos, ela deixa também 20 netos. Mesmo depois dos 80 anos, ela se dividia entre os três restaurantes que administrava, dois deles em Belo Horizonte e um terceiro em São Paulo.  Nas redes sociais, o público se despediu de Dona Lucinha, com nomes importantes entre os comentários. “Aos familiares e amigos de Dona Lucinha, expresso meus sentimentos. Dona Lucinha foi uma das responsáveis pela valorização e reconhecimento da culinária mineira, que com seus ingredientes e temperos, ganhou fama tanto no Brasil quanto no exterior“, escreveu Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo do governo Bolsonaro.

Em meio às despedidas, fica a lição que Dona Lucinha deixou: o primeiro ingrediente que se coloca na panela é o amor!
Fonte: 1news

Arjona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *