0

Esclarecida polêmica sobre cabelo usado por Viviane Araújo em desfile

Um comentarista deduziu que Vivi tivesse usado crina de cavalo para compor a sua fantasia de carnaval, e depois disso o ator Dado Dolabella usou uma foto dela e outra de Juliana Paes, chamando as musas de ‘Rainhas da Hipocrisia”, por usar matéria prima de animais nos trajes carnavalescos.  Dado mostrou inclusive um vídeo onde mostram as verdeiras torturas aos quais animais são submetidos ao terem suas penas e peles arrancadas com eles vivos para uso de roupas e acessórios. Mas, Luiz Crispim, da Lully Hair Solução Capilar, conhecido por seu trabalho com perucas, próteses capilares, alongamentos e apliques revelou que usou cabelo humano para confeccionar quase dois metros de perucas para Viviane Araújo.  “Eu trabalho somente com cabelos humanos. Precisei rodar o Brasil para achar esse cabelo raro e valioso para a Vivi. Nós somos amigos dos animais, não usamos cabelo sintético nem crina de cavalo“, garantiu Luiz.  As mechas de cabelo natural, foram tingidas pela equipe de Luiz Crispim e a composição fez a diferença na avenida. Além de amigo dos animais, Luiz encabeça o projeto Confio, que auxilia pacientes oncológicos na busca da auto-estima. Viviane Araújo, que é Rainha de Bateria do Salgueiro, é uma das madrinhas do projeto de Crispim e também defensora dos animais. Depois dos esclarecimentos, Dado se retratou publicamente em sua conta no Instagram, pedindo desculpas à Viviane.



DADO DOLABELLA CHAMA GLOBAIS DE ‘RAINHAS DA HIPOCRISIA’, E GERA POLÊMICA. O ator Dado Dolabella se envolveu em mais uma polêmica ao acusar algumas atrizes e celebridades globais de ‘Rainhas da Hipocrisia’, por conta do uso de penas e matérias primas animais para compor as fantasias de carnaval.  Dado que é vegano, faz muitas publicações em defesa da causa animal em sua conta na rede social Instagram. Agora, ele compartilhou fotos de celebridades como Juliana Paes, e Viviane Araújo que foram grandes atrações do carnaval do Rio de Janeiro, questionando o ativismo em busca de direitos para as causas, mas usando matérias primas retiradas de animais vivos, como as penas e com relação a à Viviane a crina de cavalo na composição da fantasia.  Ele também salientou que algumas musas como Sabrina Sato, Lady Fontenelle e Thayla Ayala, e Juju Salimeni estavam usando adereços sintéticos, que não prejudicam a fauna. Nesse post destacando as musas que são solidarias à causa animal, ele se retratou com Viviane Araújo, pois o seu figurinista esclareceu que foi usado cabelo humano e não crina de cavalo como havia sido dito. Rainhas da hipocrisia representando uma sociedade que clama por paz e amor causando o inferno na Terra pra todos os outros terráqueos que nela habitam.“A compaixão pelos animais está intimamente ligada à bondade de carácter, e pode ser seguramente afirmado que quem é cruel com os animais não pode ser um bom homem.” Exploração animal sem fim. Hoje pela manhã nos deparamos com essa notícia no portal G1 que com naturalidade divulgou o uso de crinas de cavalo em fantasias do carnaval 2019.  Atrizes como @claudiaraia são mencionadas como algumas das pessoas que não tiveram o mínimo de bom senso e utilizaram partes de animais em suas fantasias.  O carnaval é responsável pelo sofrimento de milhares de animais que tem suas penas e plumas extraídas da forma mais cruel possível. Não bastasse isso, no carnaval 2019 novas formas de exploração animal foram vistas na avenida.  Um evento parado no tempo, completamente alienado e alienante onde a ética e o bom senso não são levados em consideração.  Um show de exploração animal, ostentação e geração de lixo. 💩💩💩💩  Dizia publicação de Dado. Muitos internautas o parabenizaram pelo ativismo, mas houve quem relembrasse seus problemas envolvendo violência doméstica e falta de pagamento de pensão, que o levaram até à justiça.

NARG -Gostou do nosso artigo? Obrigado pela visita, volte sempre!
Fonte: maetips

Arjona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *