0

Neymar rebate críticas e diz ‘se eu quiser ir para balada, eu vou’

Atleta do PSG avisa que não vai deixar de sair à noite por críticas, mas também assegurou que se cuida para estar bem nos jogos

Visto há anos como o principal jogador brasileiro em condições de ser eleito o melhor do mundo, algo que não acontece para o futebol do País desde 2007, quando Kaká ganhou a premiação da Fifa, Neymar assegurou que receber o prêmio não é uma obsessão. O atacante do Paris Saint-Germain lembrou que vários craques renomados não ganharam a honraria.

Os anos em que Neymar esteve mais próximo do prêmio foram em 2015 e 2017, quando foi o terceiro colocado na premiação distribuída pela Fifa, mas sem conseguir superar Cristiano Ronaldo e Messi, que vinham dominando s premiação até a sua última edição em 2018, quando ficou com o croata Luka Modric. E ao negar que o prêmio, hoje denominado “The Best” pela Fifa, seja o seu principal objetivo na carreira, assegurou que a sua grande meta é vencer uma Copa do Mundo pela seleção brasileira.

“No quesito craque, até gênios não ganharam a Bola de Ouro, né? Acho que não precisa ter o rótulo de Bola de Ouro para ser craque. É algo que, se não acontecer, não vai ser o fim do mundo para mim, não vai apagar as coisas que já fiz na minha carreira, nem o que venha a fazer. É um prêmio importante para qualquer jogador de futebol, um prêmio que todo mundo sonha em vencer, mas não é algo que tire o meu sono. Mais do que tudo, eu já falei, o que eu quero mais do que tudo é a Copa do Mundo. Isso, sim, é algo que eu sonho todos os dias”, disse Neymar, em entrevista à TV Globo.

NAR -Gostou do nosso artigo? Obrigado pela visita, volte sempre!
Fonte: veja.abril

Arjona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *