0

Dicas da Black Friday: como saber se o desconto é real ou não?

A Black Friday, um dos períodos mais esperados do ano para várias pessoas, acontece nessa sexta-feira 23. O evento, que teve origem nos Estados Unidos, se tornou sinônimo de comprar mais barato, inclusive no Brasil. O impulso de consumir, muitas vezes por “pressão visual” de tantos anúncios, pode causar alguns arrependimentos depois, ou por ter adquirido um produto próximo de sair de linha ou, simplesmente, por não precisar daquilo. Tratamos a Black Friday como um período do ano e não só uma data já que, praticamente, todo o mês de novembro é voltado para “plantar”, na mente do consumidor, a semente do “você não pode perder essa super oferta”. Tenha cuidado para não se deixar levar pela comoção consumista coletiva e, quem sabe, levar para casa algo que não te fará a menor falta. Para ajudar esses consumidores, alguns sites de comparação de preço prometem avisar sobre as ofertas, monitorar as promoções e manter um histórico dos preços cobrados anteriormente. Conheça alguns deles: Descubra se o preço daquele produto na Black Friday realmente está bom. Proteste: A entidade de defesa do consumidor Proteste também possui um plug-in chamado Mais Barato Proteste, para o consumidor monitorar os preços na hora da compra. Segundo Marina Jakubowski, responsável pela ferramenta, toda vez que o consumidor for pesquisar um produto, o plug-in irá avisar em quais sites o preço está melhor e mostrará um gráfico com o histórico de preços daquela loja. O consumidor também poderá criar um alerta de preço. A ferramenta também testa cupons de descontos antes de o consumidor fechar a compra. JáCotei: O JáCotei tem uma página específica de Black Friday que promete comparar os preços, identificar se o desconto é verdadeiro, com o selo “Desconto Black Friday Real”, e avisar o comprador quando o produto atingir o preço desejado. Quem faz as compras por esse site também ganha pontos Multiplus e milhas no programa Smiles. Se a empresa participar dessa ação, ao lado da oferta serão informados a quantos pontos e milhas a compra dá direito. O site também oferece um plug-in para o navegador Chrome, que permite comparar os preços na hora da compra. Buscapé: Na página inicial do Buscapé, o consumidor já consegue visualizar as melhores ofertas selecionadas pelo site. Quem quiser fazer a busca por um produto específico consegue ter acesso ao histórico de preços de até um ano. A comparação também pode ser feita por aplicativo de celular. O consumidor pode, ainda, criar um alerta para ser avisado quando um produto atingir o preço desejado, afirma Fabio Sakae, vice-presidente de marketing e produto do Buscapé. Zoom:  Além de mostrar o histórico de preços dos produtos, o Zoom irá disponibilizar em seu site uma equipe de especialistas para que o consumidor tire dúvidas sobre os produtos que quer comprar. As pesquisas de preços poderão ser feitas pelo site ou por aplicativo de celular. O Zoom também identificará, por meio do selo Black Friday, os descontos mais expressivos, e promete ter um identificador de filas, mostrando a intensidade do tráfego nas principais lojas (livre, moderado ou intenso). O consumidor também pode cadastrar o produto e o valor que pretende pagar para receber um alerta por e-mail quando esse preço for atingido.
Bondfaro:  No site Bondfaro, o consumidor consegue comparar os preços dos produtos e criar um alerta para ser avisado quando o item atingir o valor que deseja pagar. Também é possível visualizar o histórico de preço dos últimos 30 dias. Baixou: No site de monitoramento Baixou, o consumidor consegue visualizar o histórico de preços dos produtos e comparar os valores com outras lojas. O Baixou promete sortear uma caixa de som, uma fritadeira e um Iphone 7 para quem cadastrar para receber as ofertas selecionadas. O consumidor também pode instalar um plug-in chamado Baixou Agora, que é adicionado ao navegador de internet (Chrome) e possibilita a comparação de preços na hora da visita ao site. O programa avisa se encontrar uma oferta melhor, compara os preços, mostra o histórico do produto, permite visualizar cupons de desconto e envia alertas de preços. Olhar Digital Ofertas

1. Você vai precisar de uma extensão para o navegador que mostre a mudança de preços de produtos ao longo do tempo. Neste exemplo, usamos a Olhar Digital Ofertas, que você pode instalar clicando aqui.  2. Vá até a página da oferta que você viu. Neste exemplo, usamos um smartphone à venda no Submarino. No topo da página você verá uma barra indicando a atuação da extensão Olhar Digital Ofertas no navegador. Clique em “Gráfico”. 3. Você verá numa pequena janela a flutuação de preço daquele produto no último mês. Se notar que o preço subiu repentinamente antes de cair, você já sabe que essa oferta é, na verdade, uma promoção falsa.

NARG -Gostou do nosso artigo?…Deixe seu comentário e compartilhe com amigos e familiares. Obrigado pela visita, volte sempre!
Fonte: Olhar Digital, Uol

Arjona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *