0

Fábio Assunção faz texto dedicado à Marina Ruy Barbosa e atriz tem reação surpreendente

Neste sábado, 13 de outubro, a atriz Marina Ruy Barbosa fez um Repost de um texto dedicado a si mesma, feito pelo amigo e ex-colega de cenas, Fábio Assunção. No texto, o ator falou sobre uma Marina atrás das câmeras e o profissionalismo da ruiva.

“Menina Veterana. Marina. Marina Ruy Barbosa 23 anos. De profissão? De idade? Não sei, acho que os dois. Não! Acho que ela nasceu antes. Agora tô na dúvida. Não sei exatamente o que isso significa, mas seu signo é Câncer. Ela é branquinha e o cabelo tá sempre pegando fogo, não sei como não arde”, iniciou o artista.”
“Ela tem crise de riso que todo adulto deve ter e é séria como qualquer criança deve ser. Ou ao contrário. Sim? Talvez não. Você encontra tudo sobre ela no Google. Espera! Eu não li nada dizendo que ela se diverte trabalhando. No meu cenário, onde sua Eliza (em ‘Totalmente Demais’) morou por meses e gravávamos mil cenas por semana – aliás, deixo um beijo aqui nas fãs de “Arliza” que shippavam o casal da fábula”.

“Continuando, na mesa de jantar tinha uma geleia indiana, algo assim. Meu personagem comprava especificamente aquela. Um capricho de bon-vivant. Logo nas primeiras cenas, Marina/Eliza foi se servir da geleia e eu/Arthur cheguei com a mão primeiro, impedindo o abuso (cara fresco). Mas isso se tornou uma das nossas brincadeiras em cena. Íamos pra mesa ensaiar e assim que a direção “dava o gravando”, lá iam nossas mãos em sentidos opostos disputar a geleia”, continuou Fábio.

“História boba? Talvez, mas isso nos jogava no play e, na velocidade de uma novela, com carga de trabalho e responsabilidade grandes, essas bobagens eram coisa de gente crescida que não se leva tão a sério, impróprio para a menina de 20 anos na época. Queremos sempre apresentar um trabalho redondo, mas com a Marina a excentricidade nunca será zero como numa circunferência. Marina produz elipses e parábolas, dentro e fora de cena. E isso não está no Google”.

“Ela é trabalhadora. Braçal. Todo dia é dia. Ou é uma foto ou um vídeo, campanha, desfile, posts, novelas, presenças e mais um monte de coisas, mas está sempre ali, com um sorriso fácil de se arrancar. Você se sente preguiçoso do lado dela. Ela cantarola entre as cenas os hits sertanejos universitários que você nem teve chance ainda de escutar (não posso afirmar que isso é ruim, mas outro dia chorei ouvindo, tava sensível…), muito menos de saber quem é a dupla. Você é um desinformado perto dela. Isso também não está no Google.”

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *