0

O que essa Veterinária faz com os animais quando ninguém está vendo é Inacreditável (Vídeo)

A maioria de nós tem muito medo de deixar os amigos de quatro patas sozinhos com estranhos, mesmo que sejam tosadores, enfermeiros, veterinários, entre outros. Claro, ninguém trata melhor dos animais do que os próprios donos, por isso é difícil dar o benefício da dúvida a quem não conhecemos. Para além disso, existem muitos casos de maus-tratos em Pet Shops e Clínicas Veterinárias, por isso nunca é demais prevenir.

Devido a esse receio, um dono decidiu colocar uma câmera oculta na sala da veterinária do seu patudo. Depois de ver o tratamento que ela deu ao cachorrinho quando ninguém estava presente, ele ficou chocado, sem querer acreditar no que viu. A filmagem surgiu recentemente na internet, e tem deixado muitos sem palavras.

Atenção aos leitores mais sensíveis. O clipe contêm imagens muito, mas muito chocantes… se não tiver cuidado, o seu coração vai derreter por completo devido à doçura deste momento!

Assista à forma como a veterinária trata do seu paciente quando ninguém está vendo.

É bonito demais para perder.

Veja também: Coisas sobre a medicina veterinária que você não sabia

Saiba porque essa área da medicina é tão importante na vida do seu pet.
A medicina veterinária é uma profissão criada no Brasil em 1918 e está regulamentada há 81 anos. Hoje ela é uma das mais importantes profissões no Brasil e no mundo. Quem decide embarcar nessa carreira, deve saber que ela abrange um contexto bastante amplo.

Para a maioria das pessoas, a medicina veterinária é encarada apenas como o médico dos bichos. A clínica médica e cirúrgica de animais são apenas uma parte do que esse profissionais fazem hoje. Ela vai muito além da prevenção e cura das afecções das diversas espécies animais, abrangendo também a produção e inspeção de alimentos, a defesa sanitária animal, saúde pública, ensino técnico e superior, pesquisa, extensão rural e preservação ambiental e ecológica.

A medicina veterinária é importante tanto para os animais quanto para os homens
Com o aumento do número de animais vivendo no meio da sociedade, esse campo da medicina precisou avançar consideravelmente. Pois além dela tratar dos bichos, ela também passou a agir em conjunto com a medicina do homem. Hoje, a atividade da Medicina Veterinária conta com alta tecnologia e anda passo a passo com a humana.

No âmbito da saúde pública, tanto em centros urbanos como em zonas rurais, os veterinários orientam pesquisas que tem um papel fundamental no controle de doenças tidas como “zoonoses”, que são transmitidas dos animais aos seres humanos. Em países de grande atividade pecuária, como o Brasil, seus conhecimentos são especializados para a nutrição do animal, manejo das pastagens, administração, higiene pessoal e ainda a inspeção rigorosa de produtos alimentícios de origem animal.

Baseado nas capacidades e conhecimentos específicos, a Organização Mundial da Saúde, em 1946 criou a Saúde Pública Veterinária, definindo novas áreas de atuação para a profissão, sendo: o controle das zoonoses, higiene de alimentos e os trabalhos de laboratório, de biologia e ainda as atividades experimentais.

Dessa forma, o médico veterinário atualmente possui quatro áreas de especialização: a Clínica, que atua com atendimentos, exames e pequenas cirurgias de animais de estimação; a Ambiental, que estuda animais silvestres em seu habitat natural , identificando espécies, doenças, e contribuindo para a preservação dos animais; e a de Controle e tecnologia para Populações Animais, que estuda técnicas de desenvolvimento e trato de rebanhos.

Escolher ter um animal de estimação inclui o acompanhamento de um médico veterinário, profissional especializado para atender emergências e rotinas clínicas dos bichinhos. Eles têm a responsabilidade de orientar e explicar o cotidiano e a rotina de cada animal, cuidando adequadamente suas necessidades individuais e particulares, de acordo com a raça, a idade e a espécie. Exames preventivos de rotina, vacinações e atendimentos regulares fazem parte da rotina do profissional. O animal atendido por ele chega a ter um prontuário de controle.

Em situações mais graves, doenças por exemplo, é o profissional que tem a responsabilidade de conferir as melhores opções de tratamento, que além de medicações pode incluir cirurgias sérias, na expectativa de proporcionar a cura e o bem estar animal. Também é o veterinário que informa a família dona do animal que não há mais chances de cura e junto a ela decide pelo sacrifício.
A medicina veterinária é a melhor fonte de informações sobre a saúde do seu animal de estimação, então é importante seguir suas recomendações para assegurar o início de uma vida longa e saudável. E não esqueça, esse profissional também está cuidado da sua saúde.

NARG -Gostou do nosso artigo?…Deixe seu comentário e compartilhe com amigos e familiares. Obrigado pela visita, volte sempre!



natiarjona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *