0

Como está a menina mais peluda do mundo hoje aos 17 anos?

Há 7 anos o mundo conhecia Supatra Sasuphan. A garota ficou conhecida mundialmente como “a menina mais peluda do mundo”. O caso veio à tona em 2010, gerou um grande buzz e logo caiu no esquecimento. A tailandesa, que na época tinha 10 anos de idade, sofria com uma síndrome que cobria todo o seu rosto com pelos. A doença é conhecida como “síndrome de Ambras”.

Essa patologia é a hipertricose. Isso é um desregramento hormonal capaz de provocar um grande aumento da pilosidade. No caso da jovem, isso afetava principalmente o seu rosto, que era coberto com pelos tão grandes quanto os seus cabelos.

Esse caso fez com que ela entrasse para o Guinness Book, o livro dos recordes, levando o título de “a menina mais peluda do mundo”. Apesar das diversas críticas que ela recebia, ela conseguia tirar forças disso e viver de forma positiva. “Essa síndrome me torna especial.

É o dia mais feliz da minha vida”, ela disse quando fez referência ao seu título. A menina declarou que tinha muitos amigos na escola, porém, tinha também várias pessoas que não se seguravam na hora de dizer coisas desagradáveis. Alguns alunos não hesitavam na hora de humilhá-la. Os comentários que ela mais ouvia ela “Chewbacca” e “cara de macaco”.

Como ela está hoje?

Ela cresceu e hoje, aos 17 anos, sua vida mudou. Ela está totalmente realizada como pessoa e encontrou o amor. Ela conheceu um rapaz com quem pretende se casar. “Você não é apenas meu primeiro amor, você é o amor da minha vida”, declarou ela a respeito dele. O jovem conhecido como Nat gostaria de ver como seria o seu rosto por trás dos pelos, mas não precisou forçar nada.

Ela ainda enfatizou que fez isso por vontade própria. “Ele me ama como eu sou. Por amor, mostrei o meu rosto sem meus muitos pelos. Mas ele gosta de mim como Deus me criou. Obrigado, Nat. Você não é apenas meu primeiro grande amigo, você é o meu amor”, disse ela em suas redes sociais.

Sua vida mudou tanto que, no que diz respeito aos seus pelos, agora ela raspa tudo quando eles começam a ficar grandes. Ela precisa realizar tudo isso manualmente, visto que o tratamento a laser não funcionou muito bem.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Evaldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *