0

20 conselhos de uma mulher de 40 anos para as que têm 30, adorei

Este ano eu completarei 40, tenho dois filhos maravilhosos e conquistei coisas das quais me sinto orgulhosa. Gosto da minha vida e de tudo o que pude fazer, mas agora, à luz da experiência, entendo que talvez tivesse feito as coisas de outra maneira caso soubesse antes de algumas coisas que na realidade são muito simples. Por isso gostaria de compartilhar com todas aquilo que, em minha opinião, uma mulher de 30 deve saber.

1. Ame a si mesma e se aceite por completo
Estou convencida de que poderia ter evitado muitos erros se, quando era mais jovem, tivesse aceitado o bom e o ruim que existe em mim. Depois de você aprender a amar a si mesma, poderá também amar e aceitar as outras pessoas. Isto é muito importante para se relacionar de maneira saudável com os outros.

2. Enriqueça sua alma
Se você não sabe de que apoio sua alma precisa e nem do que você realmente gosta, experimente algo novo, vá a eventos aos quais nunca havia ido até que encontre algo que lhe dê a sensação de ser livre e que lhe preencha como pessoa.

3. Encontre apoio
Durante muito tempo tentei, sozinha ou com um pouco de ajuda dos amigos, me esquivar das dificuldades. Logo entendi que ter amigos e entes queridos que possam ajudar e apoiar ativamente em situações difíceis é muito importante.

4. Seja honesta
Antes, quando me deparava com alguma dificuldade em meu caminho, eu simplesmente colocava uma máscara com um sorriso e fazia de conta que nada aconteceu. Só algumas pessoas muito próximas sabiam o que estava acontecendo na realidade. Mas a verdade é que não há nada de ruim em demonstrar o que lhe acontece, todos passamos por situações difíceis na vida e isso faz parte de nossa existência. Além disso, as pessoas que sentem um carinho sincero por você se aproximarão mais ao saber que, assim como elas, você também tem problemas, alegrias e tristezas.

5. Viva para você
Dediquei grande parte da minha vida a cuidar dos outros, sem deixar tempo para mim. O resultado disso foi que consegui fazer minha vida mais complicada do que poderia ser na realidade. Lembre-se, você nunca conseguirá fazer felizes a todos que lhe rodeiam, por isso comece a fazer coisas que alegrem a você, e sua vida será muito melhor.

6. Não se sacrifique com tanta frequência
O sacrifício é necessário em qualquer relacionamento porque somos diferentes e temos necessidades diferentes. E é aceitável desde que ambas as partes o façam por igual. Se é sempre você quem sacrifica suas necessidades e desejos para satisfazer os outros, então é hora de repensar se esses relacionamentos valem a pena. Você realmente precisa ter algo assim em sua vida?

7. Viaje mais
Talvez seja isso o que mais lamento. Não viajei o suficiente quando era mais jovem e ainda não tinha filhos. Foi um erro. Você pode escolher em que gastar seu dinheiro: comprar lembranças ou coisas. Se eu tivesse entendido isto antes, teria deixado de gastar em coisas de que na verdade não precisava e teria investido dinheiro em visitar ao menos um novo país por ano. As viagens dão a sensação de liberdade, abrem a mente e permitem que você se dê conta do quanto diferente a vida pode ser em outro lugar do mundo.

8. Preocupe-se menos
Antes eu lutava constantemente com a preocupação e a angústia. As preocupações alimentavam a angústia e minha personalidade mudava até quase tornar-se irreconhecível. Mas logo você se dá conta de que o fato de se preocupar não irá mudar a situação de nenhuma maneira. E então começará a aceitar o que acontecer. Você entenderá que, no fim das contas, tudo acabará se encaixando e que deve-se fazer aquilo que está dentro do possível, do contrário é inútil se preocupar. Quando parei de me preocupar tanto, meu nível de estresse baixou imediatamente.

9. Pare de comparar
Às vezes penso que as redes sociais deveriam acabar agora mesmo. Uma coisa é você comparar sua vida com a vida do seu melhor amigo, mas outra muito diferente é compará-la com a de alguém da sua lista de 500 ’amigos’ do Facebook. Isso machuca. E você só irá superar isso quando entender que o fato de se comparar aos outros não mudará nada em sua vida, irá apenas diminuir sua autoestima. Haverá sempre alguém mais inteligente, mais bonito ou melhor que eu, e aceitei isso. No momento em que sinto que vou começar a me comparar, foco meu pensamento no quão agradecida sou pelo que tenho, e desta forma tiro algo bom daquilo que poderia ter chegado a me deprimir.

10. Esqueça das expectativas
Cresci com a ’síndrome da Disney«. Cresci pensando que um dia encontraria meu Príncipe Azul, me casaria e viveria feliz para sempre. Mas isto não é verdade, não tem nada a ver com a realidade. Depois de ter aguentado dois casamentos ruins, peguei minhas expectativas e as joguei no lixo. Feito isso, você pode começar a pensar em sua vida sem esperar nada das outras pessoas, e passará a viver aqui e agora.

11. Viva para trabalhar, não trabalhe para sobreviver
Se eu pudesse voltar a começar do zero, gostaria de tentar profissões diferentes para escolher a que melhor combina comigo. Depois de encontrar uma vocação que você possa seguir de verdade até o fim dos seus dias, irá entender que viver para trabalhar significa amar e respeitar sua escolha. Muitos ficam presos num trabalho de que não gostam apenas pelo salário, e isso está longe de ser algo saudável.

12. Economize
Pode parecer que não é necessário pensar muito para decidir algo assim, mas eu não o fiz quando era mais jovem. Agora, ao ver meus pais aproveitarem a aposentadoria, penso no que devo fazer para poder garantir financeiramente minha velhice. A vida muda constantemente e pode lhe fazer uma boa quantidade de surpresas, por isso economizar para as emergências é algo correto e inteligente.

13. Doe-se mais
Compreendi um pouco tarde que gosto de ajudar as pessoas. Seja como voluntária, fazendo obras de caridade ou simplesmente ajudar um amigo próximo que esteja numa situação difícil. Quando você faz algo para outra pessoa, se esquece um pouco dos seus próprios problemas. Ao fazer isto de todo coração e sem esperar nada em troca, verá que os problemas da sua vida começarão a se resolver pouco a pouco de maneiras inesperadas.

14. Perdoe-se e perdoe os outros
Durante grande parte da minha vida estive aborrecida por causa de situações pelas quais tive de passar e tinha 100% de certeza que a culpa era de outra pessoa. Quando entendi que a impossibilidade de me perdoar e perdoar os outros por erros do passado não me deixaria viver feliz, decidi mudar. Levou algum tempo para que eu tirasse este peso das costas, mas, depois, me senti realmente livre. Deixe que o passado vá embora e irá entender que a vida é bela.

15. Não gaste muito tempo com pessoas negativas
Às vezes é difícil deixar de se relacionar com pessoas negativas, principalmente se são colegas ou membros da sua família, mas sempre é possível escolher o tipo de amigos que você quer e com quem poderá passar a maior parte de tempo. Quando você souber claramente quais são os limites que protegem sua tranquilidade da energia das outras pessoas, vai sentir que, sem sua influência negativa, a vida será mais fácil e alegre.

16. Dizer não é muito importante
Sempre foi muito difícil para mim dizer ’não’; queria dizer sempre ’sim’ e fazer todo mundo feliz, mas isso é impossível. Cada vez que dizia ’não’, tentava me justificar ou explicar a situação. Depois de amadurecer um pouco, mais ficou mais claro que dizer ’não’ com consciência é muito importante e que não sou obrigada a justificar porque não quero tomar a responsabilidade por algo ou não posso fazer algo por alguém. Se você estiver certa de que quer dizer ’não’, então a outra pessoa poderá aceitar sua resposta com mais facilidade.

17. Pense bem antes de dizer ’sim, aceito’
Me divorciei e é difícil para mim aceitar isso, mas agora sei o que quero, o que desejo ver e o que mereço. É muito fácil afundar em emoções e sentimentos. Eu contava o tempo que estava com certa pessoa, queria mais do que tinha e por isso me casei esperando que tudo mudasse para melhor por si só. De fato, tudo mudou, mas ficou pior. Se você não sente que o relacionamento em que está no momento é para a vida toda ou se existem muitos ’mas’, então deveria reconsiderar se essa pessoa deve continuar sendo seu companheiro. É muito mais fácil acabar com uma relação antes que ela se transforme em algo mais sério.

18. Alegre-se com as coisas pequenas
Vivemos em um mundo no qual cada pessoa está conectada em seu computador ou smartphone, e ficou mais difícil se desconectar e simplesmente aproveitar a vida. Presencie um entardecer ou acorde cedo para ver o amanhecer, apaixone-se por uma noite estrelada, pare um momento para cheirar uma flor, observe o mar ou as montanhas para contemplar a natureza. Como disse um herói de um filme: «a vida passa muito rapidamente. Se você não parar para observá-la, pode até perdê-la».

19. Deixe de se preocupar com o que os outros pensam
Como eu gostaria de ter entendido isto antes. Eu estava sempre muito preocupada com o que os outros pensariam de mim, e com certa frequência fazia coisas que pensava que as pessoas esperavam que eu fizesse. Quando entendi que as conjecturas dos outros não têm nada a ver com minha vida, pude finalmente me motivar com aquilo que realmente desejava. Quando você se transforma em você mesma e não tenta agradar os outros, a vida fica mais fácil.

20. Mude
Quando eu era mais jovem, queria que tudo fosse previsível e estável. Achava que era mais fácil pensar que minha vida seria de uma forma ou de outra no decorrer dos anos. Quando eu precisei encarar grandes mudanças, não estava pronta. Agora sei que a única certeza na vida são as mudanças. Quando você entender que sua vida pode ter curvas inesperadas, será mais fácil estar preparada para tudo o que possa encontrar pelo longo, interessante e feliz caminho da vida.

EARP-Gostou do nosso artigo?…Deixe seu comentário e compartilhe com amigos e familiares. Obrigado pela visita, volte sempre!



admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *