0

Essa mulher jura que beber sua própria URINA a ajudou a perder metade do peso, mas será que a Urinoterapia é segura?

De todos os tratamentos “naturais”, a Urinoterapia é um dos mais estranhos. Aqueles que promovem e praticam a Urinoterapia, que envolve beber sua própria urina (e às vezes, aplicá-la em alguns pontos do corpo), declaram que isso é capaz de curar vários tipos de problemas, desde acne até câncer. Mas, essas crenças são reais?

Mulher pratica Urinoterapia e declara que funciona como mágica para perda de peso
Leah Sampson, uma mulher de 46 anos de Alberta, Canadá, era obesa mórbida. Leah se alimentava mal, sofria de fadiga crônica e chegou em um ponto onde seus braços e mãos começaram a ficar adormecidos, dificultando atividades simples, como escovar os dentes ou cabelos. Foi nessa situação que ela encontrou sua “cura milagrosa”: beber a própria urina.

Em 2013, Leah aprendeu mais sobre esse “tratamento natural”. Ela começou a beber sua própria urina, prática que continua atualmente. Ela ainda a utiliza para lavar sua boca, olhos e cabelos.

Desde que começou a praticar a Urinoterapia, a mulher já perdeu a metade de seu antigo peso. Ela revela que nunca se sentiu tão bem e tenta alertar outras pessoas para praticar a mesma terapia.

Leah atribui sua perda de peso ao ato de beber a urina, mas também vale a pena relatar que ela passou a seguir a dieta paleolítica (dieta restritiva e que só se consome produtos frescos). De acordo com a ciência, a perda de peso da moça é devido sua nova dieta e não a Urinoterapia.

A Urinoterapia é segura e efetiva?

Muitas pessoas tentam “vender” os benefícios dessa prática, mas não existe nenhuma evidência científica que suporte essa terapia. O mais importante: os médicos consideram esse ato pouco seguro e não recomendam sua adesão.

Ao contrário do que as pessoas pensam, a urina não é limpa. Até mesmo a urina de pessoas saudáveis, contém bactérias adquiridas na uretra e na própria pele. Até as urinas que são retiradas diretamente da bexiga, possuem bactérias. Ainda não está claro o malefício que esses microorganismo podem fazer no seu corpo, mas certamente é algo que você não vai desejar provar.

Além disso, a urina contém toxinas. Elas estão presentes em pequenas quantidades, então provavelmente não serão responsáveis por deixar a pessoa extremamente mal, entretanto elas podem sobrecarregar o funcionamento dos rins e interferir nas suas funções. Se seu corpo as estão expelindo, qual o motivo de colocar essas toxinas de volta para dentro dele, bebendo a própria urina?

Existe, também, aquele falso mito que a urina pode limpar feridas. Essa não é uma verdade, pois a urina não possui nenhuma propriedade antisséptica e ainda contém bactérias.

Quer saber mais um mito?

Beber sua própria urina pode lhe salvar da desidratação se um dia você estiver preso em alguma situação, sem acesso a água. A verdade é: beber urina pode lhe deixar ainda mais desidratado.

Dentro de tudo isso, a Urinoterapia não é recomendada pelos médicos. Mesmo que alguns tratamentos naturais sejam realmente válidos, a Urinoterapia não é um deles.

“Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico.”

NARG -Gostou do nosso artigo?…Deixe seu comentário e compartilhe com amigos e familiares. Obrigado pela visita, volte sempre!



natiarjona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *