0

Mãe com demência avançada recupera a memória, depois de seu filho lhe dar dois alimentos diariamente

Com doença degenerativa que provoca demência, nesse caso Alzheimer, Mark Hatzer, filho de dona Sylvia de 82 anos, percebeu que a memória dela não estava muito boa, a mãe estava apresentando lapsos de memória. Em pouco tempo, se pode dizer que em média 3 anos, dona Sylvia teve o quadro agravado para esquecimentos severos, que é quando a pessoa praticamente não se lembra de nada.

Temendo pela segurança da mãe, Mark não teve outra saída a não ser providenciar a internação da mãe já diagnosticada com demência. Ela chegou ao ponto de dizer para as enfermeiras que um homem que a visitava tinha a intenção de sequestrá-la, mas se tratava do próprio filho que Sylvia já não reconhecia.

Mark que teve de aprender a lidar com o luto da morte do pai em 1987 por ataque cardíaco vivia cuidando da mãe. Veja o que o filho disse:

“Quando minha mãe estava no hospital, ela pensou que era um hotel – mas o pior que ela já tinha estado”, explicou Mark. “Ela não me reconheceu e ligou para a polícia, pois pensou que tinha sido sequestrada.”

“Quando ela saiu do hospital, em vez de medicação prescrita, pensamos em tentar um tratamento alternativo … Nos países [mediterrâneos], o Alzheimer é praticamente desconhecido devido à sua dieta”.

A dieta com os alimentos que recuperaram a mãe da demência.

Mark Hatzer não desistiu de ajudar a mãe, continuou com os medicamentos, mas estava decido a ajudá-la a se recuperar. Ele pesquisou os hábitos alimentares do mediterrâneo, então descobriu que nozes e os mirtilos funcionam como impulsionadores do cérebro e criou uma dieta específica para a mãe.

“Todo mundo sabe sobre os peixes, mas também há mirtilos, morangos, castanha do Brasil e nozes – estes são aparentemente moldados como um cérebro para nos dar um sinal de que são bons para o cérebro”, explicou o filho.

Mark também adicionou brócolis, aveia, batata doce, chá verde e até mesmo chocolate amargo ao cardápio.

Em pouco tempo, a mãe começou a ter parte da memória voltando. Para muito se trata de um milagre, mas para Mark se chama dedicação e muito trabalho; disse ele; “Não foi um milagre da noite para o dia, mas depois de alguns meses ela começou a se lembrar de coisas como aniversários.”

Além da alimentação, o filho fazia atividades cognitivas incluindo cruzadas e quebra-cabeças.

IMPORTANTE: “Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico.”

EARP-Gostou do nosso artigo?…Deixe seu comentário e compartilhe com amigos e familiares. Obrigado pela visita, volte sempre!

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *