0

Lembra dos garotos resgatados de caverna na Tailândia? Saiba como estão agora;

Como esquecer um fato tão terrível que esses meninos da Tailândia passaram, eles ficam juntamente com o treinador do time de futebol, presos em uma caverna úmida e escura com difícil acesso para os bombeiros fazer o resgate.

12 meninos do time, com idades entre 11 e 16 anos viveram dias em que pensaram que seria o fim, que estavam perto de morrer. O treinador também é jovem. Com apenas 25 anos, ele precisou ser o líder e se dedicar em manter a ordem para que os meninos não se desesperassem ainda mais.

O local é tão perigoso, que até mesmo os experientes profissionais que lutaram incessantemente para resgatar todos com vida, infelizmente um mergulhador foi a óbito. Imagine para quem não tem nenhum recurso de treinamento como foi difícil. Se pode dizer que com todas as orações para que os meninos e o técnico resistissem até serem socorridos, foi um milagre todos terem sobrevivido.

Os primeiros garotos resgatados da caverna foram 4, eles já estavam 15 dias com frio, com fome e pouco oxigênio.

Para alegria de todos, os quatro garotos foram levados para o hospital, onde a equipe médica constatou que estavam em boas condições diante das condições em que se encontraram, precisando ficar em observação para recuperação.

A equipe de socorro envolveu 90 mergulhadores, desses profissionais, foram 40 tailandeses e 50 estrangeiros.

Para manter o time com vida, autoridades bombeavam oxigênio para a caverna, mesmo não sendo o ideal, os garotos e o técnico conseguiram respirar e aguardar o salvamento.

Após todos terem sido resgatados e cuidados no hospital, receberam muitas propostas de viagem e oportunidade e conhecer grandes clubes de futebol.

Todo empenho da família, amigos, população local, governo e personalidades dos mais variados segmentos, tem a intenção de ajudar os garotos e o técnico a superar os traumas que uma experiência como esta pode causar e também ajudá-los a ter novas oportunidades.

Atualmente os meninos e o técnico estão gratos e felizes por terem sido socorridos, eles querem viver com intensidade e estão entusiasmados com as novas oportunidades.

 

Deixe seu comentário sobre este artigo, seu feedback é importante para nós.

Compartilhe com seus amigos em suas redes sociais.



admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *