0

ALERTA MULHERES! Cinco coisas que os GINECOLOGISTAS Odeiam em suas Pacientes, melhor previnir

As mulheres devem fazer consultas regularmente no ginecologista para evitar doenças futuras, mas muitas delas tem receios porque acreditam que o médico pensar algo sobre elas.

A verdade é que a Ginecologia é uma das especialidades mais temidas pelas mulheres, visto que algumas têm muita timidez e não consegue se sentir à vontade como deveria. Ao entrar no consultório e perceber que é um homem que irá realizar a consulta, muitas mulheres acabam deixando de lado coisas muito importantes para sua saúde. A regularidade e prevenção nessa área da saúde, deveriam ser as coisas mais observadas, mas, muitas vezes, as mulheres procrastinam e colocam sua vida em risco.

VEJA A LISTA DE COISAS QUE OS GINECOLOGISTAS ODEIAM EM SUAS PACIENTES

1) Partes íntimas peludas: quando se tem uma consulta com o ginecologista, o mais prudente é se depilar, pois ele terá que examinar. Apesar de algumas mulheres não gostar de depilar as partes íntimas, alguns médicos podem sentir certo receio e até mesmo desconforto ao examinar.

2) Falar o que não sabe: como atualmente temos a internet, muitas pessoas procuram informações que nem sempre são as corretas. Algumas dessas pessoas, ainda querem discutir suas opiniões e palpitar na hora da consulta.

3) Vergonha: Este é um dos piores motivos para deixar de ir ao médico. Desde jovens as mulheres são incentivadas a procurarem um ginecologista, mas mesmo assim algumas têm vergonha ou medo. Este é um dos motivos que deixam os médicos um pouco irritados, pois problemas que poderiam ser evitados no início podem estar em um estado avançado apenas por falta de hábito de procurar este especialista.

4) exames: Há alguns exames preventivos que podem e devem ser feitos a cada três anos por mulheres que já estão na faixa etária de 20 a 65 anos. Dois deles e de extrema importância são o famoso Papanicolau e o teste de Papiloma Humano.

5) Os ginecologistas são unânimes em dizer que este é pior comportamento de uma mulher. Em muitos casos, superar a timidez pode ajudar a salvar vidas. Muitas mulheres tentam mitigar os sintomas na esperança de que não seja nada de grave, mas esse é um comportamento errado. Às vezes escondem o fato de ter tido relações fora do casamento sem proteção, ou não revelam que estão há vários anos sem fazer sexo. Isso é péssimo!

Fica a dica!

“Este é um blog de notícias que contém alguns tratamentos caseiros. Elas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico.”

NARG -Gostou do nosso artigo?…Deixe seu comentário e compartilhe com amigos e familiares. Obrigado pela visita, volte sempre!

Arjona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *