0

Pai estupra filha lésbica para ‘provar que sexo é melhor com homem’

Homem acreditava que, se filha transasse com homem, deixaria de ser lésbica. O caso veio à tona em março passado. Alguns crimes surpreendem negativamente pela forma como acontecem. Entender o que leva uma mãe ou um pai a agir contra o próprio filho pode ser terrível. Em março de 2017, no Reino Unido, um caso acabou assustando quem acompanhava o noticiário. Isso porque um pai decidiu estuprar a própria filha, apenas pelo fato dela ser homossexual. Na época do terrível crime, a menina, que morava na região de Wanrwick, tinha apenas 16 anos de idade. O pai disse no julgamento que acreditava que, se a filha transasse com um homem, deixaria de gostar de mulheres. Além disso, ele garantiu que “transar com machos era bem melhor”.
Os Abusos aconteceram pouco depois da garota se assumir como homossexual. Pai estupra a própria filha várias vezes apenas por ela ser homossexual
É comum que jovens homossexuais sofram violência em suas próprias famílias. A vítima desse crime em questão, que não teve o nome revelado, contou que o seu pai a estuprou algumas vezes, a fim de ver se sua teoria funcionaria. No entanto, como deve-se de imaginar, a menina não deixou de ser lésbica e ainda ficou traumatizada por tudo o que aconteceu.O caso foi julgado por Andrew Lockhart, como apontaram reportagens do tabloide inglês The Sun na época. O juiz foi muito duro com o homem ao anunciar a condenação. Juiz condena homem que abusou da filha gay a 21 anos de cadeia, no Reino Unido. O magistrado contou que a raiva desse pai ultrapassou o incontrolável e que o seu ódio era realmente real.
Dessa forma, ele garantiu para a menina que, caso fizesse sexo com ele, ela deixaria de ser homossexual. O homem contou que o crime faria a filha dele se sentir melhor, o que o juiz lembrou não ser verdade. Além disso, não há qualquer comprovação de que transar com um homem seja mesmo melhor do que uma mulher. O juiz contou que o pai apenas tinha preconceito e hostilidade para mostrar que a filha era homossexual. Homem ficará para sempre em lista de abusadores sexuais.O homem acabou sendo punido com uma pena de 21 anos de prisão. Ele acabou destruindo a própria família. O abusador, que não teve o nome identificado, ainda vai ficar em uma espécie de lista negra com criminosos do gênero, a fim de que as autoridades o acompanhem para o resto da vida. Curiosamente, o crime demorou anos para ser julgado. Primeiro porque a jovem demorou a ter coragem de contar tudo o que aconteceu. Em seguida, foi necessário ter provas contra o pai criminoso. O assunto repercutiu.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *