1

A ansiedade é uma doença grave e estes são os principais sintomas…

Sem razão aparente, Megan, de 40 anos, estava tendo os piores dias de sua vida, ultimamente. As crianças já tinham crescido, a casa e o jardim eram perfeitos, e a carreira do marido era boa. Mas algo estava profundamente errado com esse mundo e com ela. Ela mal conseguia dormir à noite, com vários pensamentos rodando em sua cabeça, e embora ela dormisse mais do que o suficiente, ela nunca estava bem durante o dia. Ela começou a sofrer de dores de cabeça e de pressão alta, o que a forçava a ficar na cama por uma ou duas horas. Sem sinais de nenhuma doença, ela se sentia doente.

No entanto, a pior parte era a agitação constante que ela sentia sobre tudo o que fazia e sobre tudo que estava ao redor dela. Fosse lavando a louça, ou fazendo compras no shopping local, ou jantando em um restaurante chique com o marido — ela sempre esperava que algo horrível fosse acontecer. As coisas ficaram ainda piores quando a habilidade dela em focar em vários assuntos diminuiu, e ela começou a sentir ataques de pânico. Quando ela compartilhou suas preocupações com os amigos, a maioria deles dizia: “Por que você se preocupa? Não há nada com que se preocupar! Eu gostaria de ter os seus problemas.” Somente um dos amigos de Megan sugeriu que ela se consultasse com um médico.

Quando Megan não conseguiu mais aguentar, ela resolveu se aconselhar com um médico. Depois de alguns exames, ele explicou que ela estava sofrendo de desordem de ansiedade generalizada (DAG) e que precisava de um tratamento combinado de medicamentos e de psicoterapia, que ela concordou. Eventualmente, Megan se recuperou e retornou à sua vida normal. Ela aprendeu como controlar os medos e foi capaz de ser feliz novamente.

Se você acha que a história de Megan é parecida com a sua, nós recomendamos que você converse com um médico sobre o problema. A ansiedade é a preocupação sobre coisas que normalmente não impactam as pessoas. Não importa quão pequeno esse problema possa parecer para as outras pessoas, não é assim para quem sofre de DAG. Ao impactar a esfera emocional, essa desordem é difícil de ser controlada com o poder da mente. Ela necessita de tratamento profissional, embora alguns métodos de autoajuda possam ser aplicados.

Os especialistas dizem que os sintomas de DAG são os seguintes:

1. Corpo:

– tontura
– coceira e picadas na pele (principalmente nos membros e na cabeça)
– sistema cardiovascular: alterações do batimento cardíaco, aumento da pressão sanguínea
– tensão nos músculos
– aumento da necessidade em usar o banheiro

2. Emoções:

– você se sente ansioso
– você se sente preocupado com coisas que antes não pareciam tão graves
– você se sente nervoso e tenso
– Você tem ataques de pânico
– o mundo parece acelerar e desacelerar

3. Mente:

– você antecipa o acontecimento de coisas ruins, sem nenhuma razão óbvia

– você só vê o lado ruim de vários fenômenos
– você não consegue parar de pensar sobre algo em particular, que fica rodando em sua cabeça

4. Estados gerais:

– sentir-se doente sem nenhum outro sintoma
– Incapaz de dormir por um longo tempo
– incapaz de relaxar
– difícil de manter a concentração
– suor e ondas de calor
– diminuição da concentração

5. Aspectos sociais:

– parece que todos estão olhando para você e que sabem que você está ansioso
– falar sobre o problema é difícil para você

Apenas lembre-se! Você é capaz de superar esse problema com o auxílio de um profissional! Viva com saúde e seja feliz!



LEIA TAMBÉM->
loading...

admin

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *