0

((URGENTE)) Sushi está causando VERMES nos consumidores!

Às vezes pessoas que têm a rotina agitada e pouco tempo para fazer muitas coisas acabam comendo na rua e não prestam atenção se o ambiente escolhido é totalmente higiênico.
Essa é uma questão muito importante em relação a um alimento em especial: o sushi. Apesar de ser um prato típico do Japão, ele virou um dos alimentos preferidos das pessoas do ocidente, inclusive dos brasileiros. O sushi faz um enorme sucesso entre os amantes dos rodízios de comida japonesa, mas é necessário tomar bastante cuidado ao escolher o restaurante para comer tal alimento.

Isso é preciso devido ao fato de um estudo realizado por um grupo de pesquisadores portugueses publicado no British Medical Journal revelar que o consumo de sushi está aumentando muito os casos de infecção por parasitas. Os pesquisadores usaram como ponto de partida o caso de um paciente de 32 anos que chegou até o hospital reclamando de dores na barriga, febre e vômitos.

Ele relatou que esses sintomas já estavam acontecendo há uma semana. Depois de realizarem uma endoscopia, os médicos descobriram que havia larvas do gênero Anisakis dentro do estômago dele. Tal condição é causada quando se ingerem peixes e frutos do mar crus ou malcozidos contaminados com larvas desse parasita, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC).

As coisas foram esclarecidas quando o paciente revelou que tinha comido sushi recentemente. Caso as larvas que estavam em seu corpo atingissem seu cérebro, o homem poderia ter morrido, mas isso não aconteceu pois ele foi ao hospital rapidamente, o que foi importante para sua recuperação.

Tratar as pessoas com anisaquíase é apenas possível através da endoscopia ou cirurgia para remover o verme. Neste caso o paciente somente uma endoscopia foi necessária para ele não sentir mais os incômodos. A anisaquíase é uma doença comum no Japão, devido aos hábitos alimentares das pessoas, como o consumo de sushi.

Por aqui o sushi tem se tornado bastante difundido. Para provar essa tese, os pesquisadores revelaram que em 25 casos de anisaquíase estudados durante os anos de 1999 e 2002, todos os pacientes tinham uma dieta baseada em peixes crus. O Ministério da Saúde, do Trabalho e da Previdência Social do Japão soltou um alerta para o crescimento do número de casos de infecções. De acordo com o jornal Japan Times, o número de vítimas dessa condição aumentou de 79, em 2013, para 126, em 2016.

O governo japonês orienta que o peixe seja mantido a uma temperatura abaixo de -20°C durante pelo menos 24 horas, além de precisar ser aquecido por um minuto em temperaturas maiores que 60 graus para que as larvas do parasita sejam eliminadas. As recomendações da Agência de Padrões Alimentares dos Estados Unidos (FSA) são parecidas com às do governo do Japão. De acordo com a organização, peixes crus devem ser congelados por quatro dias a uma temperatura de, no mínimo, -15°C.

Já aqui no Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda que os pratos que contenham peixe cru ou malcozido sejam precedidos de congelamento em pelo menos -20°C por um período mínimo de sete dias, ou mantidos a uma temperatura inferior a -35°C por pelo menos 15 horas.

Nessa condição, se o alimento tiver essas larvas, elas são eliminadas. Comece a prestar atenção nos lugares em que você come sushi para não ter uma surpresa desagradável depois

FONTE: http://www.jornalciencia.com



LEIA TAMBÉM->
loading...

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *