0

Garota de 10 anos é levada ao hospital depois de passar mal na escola, e o acontecimento vai deixar você chocado!


Uma menina de dez anos de idade estava na aula e queixou-se ao professor sobre uma dor de estômago horrível.

Gradativamente a dor começou a piorar e ela não poderia permanecer mais em sala de aula.

Seu professor e o diretor da escola decidiram que ela precisava de cuidados médicos urgentes e fora imediatamente encaminhada para o hospital local.
Quando a menina chegou ao hospital e os médicos começaram a executar testes e tirar radiografias, eles perceberam que ela estava era em trabalho de parto.

Todo mundo na hora ficou em estado de choque total. Pouco depois de chegar ao hospital ela acabou dando à luz.

Apesar da pouca idade e do fato do bebê nascer prematuro, o trabalho de parto não teve quaisquer tipo de complicações.

De acordo com a família da menina, nem eles nem a menina sabiam que ela estava grávida.

Um porta-voz do departamento de polícia disse: “A mãe alega que ela, juntamente com outros membros da família, não tinha notado nada na menina, levando em consideração o quadro da criança.”

Após o fato, a jovem menina-mãe acabou admitindo a sua genitora que seu o padrasto de 40 anos de idade manteve relações sexuais com ela durante anos.

Sua mãe imediatamente reportou o fato as autoridades que, em seguida, entrevistaram a menina.

Ela disse à polícia que seu padrasto a tinha ameaçado de morte e a toda sua família se ela dissesse algo sobre o abuso que ela estava sofrendo em suas mãos.

Quando ela deu à luz, ele não estava mais vivendo com a sua família. Ele foi preso e finalmente confessou os crimes.

Uma gravidez em uma idade tão jovem é extremamente perigosa para a mãe e a criança. Meninas menores de 15 anos tem 5 vezes mais probabilidade de morrer durante o parto do que as mulheres de 20 anos de idade ou mais.

Longe do efeito físico que isso teve sobre a jovem, ela vai ficar com as cicatrizes psicológicas por toda a sua vida.



LEIA TAMBÉM->
loading...

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *