0

Sinal analógico de TV será desligado em São Paulo; Saiba tudo aqui…

SÃO PAULO – O sinal analógico de televisão será totalmente desligado na capital e na região metropolitana de São Paulo no próximo dia 29 de março. Depois da cidade de Rio Verde, em Goiás, e Brasília, que tiveram o sinal desligado no ano passado, São Paulo será o grande teste para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), já que serão sete milhões de domicílios, e cerca de 22 milhões de pessoas, em 39 municípios, que passarão a receber o sinal exclusivamente digital. No Rio de Janeiro, o desligamento total do sinal digital está previsto para outubro próximo, junto com a capital do Espírito Santo, Vitória, segundo cronograma estabelecido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, lembrou que, ao final de janeiro, o sinal digital já estava sendo recepcionado por 86% da população da Grande São Paulo e da área Metropolitana. A expectativa é que, até o desligamento total do sinal, a penetração suba para 93%, segundo uma pesquisa feita pelo Ibope, com margem de erro de três pontos percentuais. Os 93% são a meta estabelecida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

— O maior desafio é liberar a frequência de 700 megahertz, usada pela TV, para melhorar a qualidade do atendimento de banda larga, com a tecnologia de quarta geração (4G) para o usuário do sistema de telefonia móvel — disse Quadros, observando que hoje tanto a geração 3G quanto a 4G já permitem a utilização da banda larga.

Com isso, dos 244 milhões de celulares existentes no país, 75% já são utilizados por acesso à banda larga.
Quadros acrescentou que uma vez resolvidos os problemas de São Paulo, nas demais capitais brasileiras, esse trabalho será muito mais rápido. Ele disse que outras capitais que oferecem desafios são Rio de Janeiro e Belo Horizonte, que são cercados de morros. São Paulo já vem utilizando o sinal digital desde 2007. Quadros lembrou que na recepção por antenas parabólicas e canais a cabo por assinatura a transmissão já é feita com essa tecnologia.
Para a população de baixa renda, a associação Seja:Digital está distribuindo kits que permitem ter acesso à televisão digital gratuita. A Seja:Digital é entidade criada para operacionalizar a migração do sinal analógico para digital. Famílias inscritas nos programas sociais do governo, como Bolsa Família, Minha casa Minha Vida, Pronatec e Carteira do Idoso têm direito ao kit. Para agendar a retirada, é preciso ligar no telefone 147 ou agendar a data de entrega pelo site da Seja:Digital. Também é possível tirar dúvidas.
— Os kits serão distribuídos até 90 dias depois de encerrado o sinal analógico – disse Quadros, mas afirmando que este prazo poderá ser prorrogado.

Até agora, dos 1,870 milhão de pessoas que têm direito ao kit em São Paulo, já foram entregues 26%, o equivalente a 493 mil do total. Quadros afirmou que o cronograma de entrega está dentro do previsto. O kit inclui antena, conversor e controle remoto.
O presidente da Seja:Digital, Antonio Martelletto, disse que até 2023 as transmissões de tevê do país serão feitas exclusivamente pela tecnologia digital. As próximas cidades a terem o sinal analógico desligado Fortaleza, Salvador e Recife, em julho e no interior de São Paulo isso deve ocorrer em setembro.
A TV Digital transmite informações de dados, além de áudio e vídeo, com qualidade em alta definição. Digitalizada, a televisão pode se conectar a computadores ou celulares, podendo ser assistida a qualquer tempo, de qualquer lugar. E a TV digital oferece muito mais, como a possibilidade da interatividade e da multiprogramação. Para receber o sinal digital, é preciso que os televisores já venham com receptores ou que sejam acoplados conversores nos aparelhos, que estão à venda no mercado.



LEIA TAMBÉM->
loading...

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *