0

Ex-astro mirim some da TV; veja aqui qual o seu destino…

O ator Pedro Malta já não é mais criança, mas ainda é lembrado pelos trabalhos que fez na TV durante a infância: há exatos 15 anos, ele conquistou os telespectadores ao viver o fofo Lipe na novela Coração de Estudante (2002). Longe das novelas desde 2011, o profissional de 22 anos até já deu aula de teatro e atuação em TV, mas para o futuro pensa em explorar outra mídia. Malta trocou a faculdade de publicidade pela de rádio e TV e pretende se lançar no YouTube.

“A gente vive uma época de autossuficiência artística e criativa e pode tocar projetos para o YouTube, que é o que eu penso em fazer. Mas não com linguagem de vlog. Quero produzir conteúdo original, mas nada com humor, acho que esse mercado está saturado. Quero realizar curtas e séries voltados para drama, suspense e terror, que são áreas que eu gosto bastante”, explica.

A carreira de ator mirim de Malta malta estourou em 2002 e se manteve até 2011, quando ele fez a novela Vidas em Jogo, na Record. O ator morava sozinho no Rio de Janeiro e estava sem trabalho quando, em 2014, resolveu voltar a morar com sua família, no Recife, Pernambuco.

De volta para sua terra, Malta diversificou a carreira. Começo a dar aulas de interpretação em televisão e cinema para crianças em oficinas de teatro locais. “Eu entrava mais na parte de mostrar como era na prática. Passa a imagem de algo que você pode confiar quando seu professor já esteve nesse meio. Na minha época [de infância], lá para 1999, quase não existia cursos como esse”, lembra.

O ator também entrou para a faculdade de publicidade, mas achou que o curso não tinha a ver com sua essência _Malta diz que prefere trabalhar com arte. Por isso, prestou vestibular novamente e neste ano começará o curso de rádio e TV, no qual espera adquirir mais conhecimento para seus projetos de webséries e curtas-metragens para o YouTube.

Aos 22 anos, Malta também acha que a internet facilita em seus contatos profissionais. Mesmo morando longe do eixo Rio-São Paulo e dos testes de elenco, ele afirma que entra em contato com diretores e produtores pelas redes sociais e consegue estabelecer uma boa relação.

O ator continua fazendo testes para a televisão e espera conseguir um papel que lhe agrade e lhe proporcione crescimento. “Recebi alguns convites [das emissoras], mas nem todos agradaram, por habitarem os mesmos universos que considero meio clichês. Sempre penso que para me dedicar a isso de novo tem que ter desafio, algo que me incite. Mas é claro que estou aberto, surgem propostas de todos os lados”, diz.


Pedro Malta e Fábio Assunção durante as gravações de Coração de Estudante, em 2002

Ator desde os 2 anos, Malta começou a carreira fazendo comerciais de TV e teve que passar por uma grande preparação para estrear em Coração de Estudante. “A novela teve mais tempo na pré-produção. Tive treinamento artístico, treinamento de equitação. Eu ainda era muito fresco, tinha uma linguagem totalmente comercial, só fazia campanhas. Fiz vários testes e então me colocaram durante mais de um mês para ser treinado e ficar com nível mais próximo do elenco”, lembra.

O papel dele era do garoto Lipe, filho de Fábio Assunção que havia perdido a mãe e se mudado com o pai para uma nova cidade. O menino conquistou as namoradas de seu pai na trama _e os telespectadores da Globo.

“Foi um debut muito grande, mas eu não considero como meu melhor trabalho. Pelo carisma do personagem em si e pela relação com o [personagem do] Fábio, marcou muito na mente das pessoas. Quem assistiu a novela viu que minha relação com o Fábio era muito sincera”, declara.

Depois de Coração de Estudante, Malta ainda fez uma minissérie (A Casa das Sete Mulheres, em 2003) e duas novelas (Kubanacan e Começar de Novo, em 2003 e 2004) na Globo antes de ser contratado pela Record. Na emissora, ele trabalhou em seis produções.

Vidas em Jogo, atualmente reprisada, foi sua última novela. Na época, Malta não gostava de rever os capítulos que gravara, mas hoje acha divertido assistir a seus antigos trabalhos.

Pelas reprises e pelas redes sociais, o público continua acompanhando a vida do ator _muitos se espantam pelo fato de ele já ter barba e pelos no peito, por exemplo. Mesmo assim, Malta não se incomoda e diz que gosta do assédio dos fãs.

“Ainda hoje falam comigo, me cobram para voltar a atuar. Tenho que falar ‘gente, não é bem assim, não depende só de mim’. A partir do momento em que você assume o compromisso de optar por uma vida pública, isso vem junto com o pacote. As pessoas, por verem você crescer, se colocam num lugar de tio, primo, é quase da família. Então é como se você tivesse uma esfera de amizades muito grande. Sempre que você precisa de algum conselho, ajuda, estão sempre prontos a dar opinião”, brinca.



LEIA TAMBÉM->
loading...

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *