Adolescente com morte cerebral há 3 anos, ressuscita!…Deus é Fiel…Veja a História!

adole

A adolescente sofreu um acidente, em setembro de 2011. No final de um jogo de futebol, um de seus amigos estava prestes a sair com o seu carro. A menina e uma amiga como brincadeira, pulou em cima do capô do carro, para evitar a saída. O garoto acidentalmente colocou o veículo em marcha-ré, e foi quando ambas caíram no chão. Enquanto a amiga saiu ilesa, Taylor bateu com a cabeça gravemente perdendo a consciência.

Aylor Hale foi diagnosticada com morte cerebral, após sofrer um forte golpe na cabeça. Um amigo da família orou por ela e milagrosamente acordou e se recuperou completamente.

Ela foi levada ao hospital na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde ela foi diagnosticada com morte cerebral. Depois de sete dias em coma, os médicos avisaram a família que forte golpe que ela recebeu, tinha provocado uma hemorragia interna e não tinha nenhuma chance de sobreviver, relata DailyMail.

“No dia seguinte, [os médicos] disseram: ‘Desculpe -. Não há nada mais que possamos fazer por ela, Vocês provavelmente devem dizer adeus”, disse Stacy Henningsen, mãe de Hale.

Mas a visita de um amigo da família mudou a situação. Jeff Stickel, um quiroprático e também cristão, visitou a menina no hospital e orou colocando as mãos em volta do pescoço.

adole2
Jeff Stickel, amigo da família e cristão

Os pais de Taylor disseram que sua filha estava inconsciente e não havia nada que pudessem fazer por ela. Stickel perguntou se podia orar com a família e eles concordaram. Em seguida, ele colocou a mão no pescoço da menina e pediu para Deus poupar a sua vida e que fizesse um milagre na adolescente.

Mais tarde, naquele mesmo dia, depois que Stickel tinha ido embora, os médicos anunciaram a incrível recuperação da menina. Eles viram que ela estava respirando por conta própria, sem as máquinas. Durante as horas seguintes, Taylor, agora estava de volta com vida, começou a mostrar sinais visíveis de melhora, a atividade do cérebro voltou, e pela primeira vez em uma semana, estava tentando falar.

“Foi à mão de Deus que fez o trabalho”, disse Chuck Hale, o pai da menor. “Essa é a única coisa que pode explicar”, disse Stickel

Hoje Taylor tem 18 anos, e ela e sua família estão convencidas de que Deus fez um milagre e que ela não perdeu a vida devido à intervenção divina. “Eu estou sempre grata a todos os médicos e enfermeiros que me ajudaram a melhor, mas sei que Deus fez a maior parte“, disse ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*