Veja o desespero de uma mãe; essa é uma história forte…

O nó na garganta também não se desfaz tão facilmente após a leitura. Elas foram escritas por um paramédico poucas horas após ele ter presenciado uma família ser destruída.

acidente2

“Para todos aqueles que não sabem: eu sou paramédico em San Diego. Normalmente eu não compartilharia algo como o que vou contar aqui, mas o farei dessa vez, pois espero que algum de vocês, idiotas, pense duas vezes antes de dirigir embriagado novamente.

Há algumas horas eu cheguei ao local de um acidente de trânsito bastante feio. Um carro estava capotado, o outro havia batido em um muro. Uma mulher ensanguentada estava sentada na sarjeta. Ela segurava no colo um bebê que havia sido partido em dois pedaços. Ela tentava reunir a cabeça de seu pequeno filho ao restante do corpo.

Do outro lado do cruzamento, um homem desesperado corria em minha direção com uma garota sem vida nos braços. Quando eu desci da ambulância, ele literalmente arremessou sua filha de 7 anos no meu colo. Ele ficou de pé nos observando tentar tudo que era possível para ressuscitar a garota. Nós demos remédios, usamos um desfibrilador e a entubamos.

O carro da família havia sido atingido lateralmente por um carro que estava sendo dirigido por um motorista bêbado, que ultrapassou um farol vermelho a mais de 100 km/h. A garota havia sido arremessada a mais de 10 metros de distância do veículo pela janela e a cabeça do menino havia sido decepada pelo parachoque do outro carro. Os pais e o motorista embriagado do outro carro tiveram apenas alguns arranhões. As duas crianças morreram.

Hoje eu presenciei como uma família é destruída. Não seja um completo idiota!”

acidente3

São sempre os inocentes que têm que pagar com a vida pelos erros de motoristas bêbados. Compartilhe essa triste história para chamar a atenção de todos para os perigos de beber e dirigir.

Um Comentário para: “Veja o desespero de uma mãe; essa é uma história forte…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*