Ela Esconde-se Embaixo da Cama para Apanhar o Namorado com Outra, mas Teve Grande Surpresa…

prova

Quando a chama do relacionamento se apagou um pouco, uma mulher teve uma ideia que, em sua opinião, era brilhante: ela queria testar a seriedade de seu namorado com relação ao relacionamento deles e a ela. Qual seria a reação dele se ela o deixasse, e o que ele achava dos sentimentos dela por ele?

Para ter estas respostas, ela escreveu uma carta para o namorado dizendo que o relacionamento havia terminado, que ela estava farta, e que ela não via sentido em continuar com aquilo. O que ela queria era uma reação dele, mas não queria realmente deixá-lo.

Quando terminou a carta, ela a colocou na mesa do namorado, onde sabia que ele iria encontrar. Como ela não queria perder a reação dele, ela se escondeu debaixo da cama e esperou.

Finalmente, o rapaz chegou em casa. Ela estava nervosa e ansiosa, deitada embaixo da cama. Ele entrou no quarto e começou a ler a carta. Quando terminou, a mulher não pode crer no que estava ouvindo. Como assim? Ele estava assobiando e pegou o telefone. Isso não podia estar acontecendo. Ela o ouviu dizer:

“Oi, querida, eu estou indo para sua casa. A idiota finalmente se tocou que eu estava traindo. Ela finalmente foi embora. Que erro aquele namoro. Eu estou tão feliz de ter me livrado dela. Eu queria ter te conhecido antes. Te vejo em breve!”

A mulher estava perplexa. Como podia isso? Ela realmente não fazia ideia. Ela ficou lá, em choque por alguns minutos. O namorado dela parecia pegar algumas coisas. Quando ele saiu do apartamento, as lágrimas dela começaram a rolar e ela saiu de seu esconderijo.

Ela se recompôs e olhou em volta do quarto. Havia outra carta em cima da mesa. Era de seu namorado, endereçada a ela. Ela a pegou e começou a ler. Quando terminou, ela ficou tão envergonhada, mas realmente aliviada. Como ela poderia ter sido tão estúpida? A carta dizia:

“Sua boba, da próxima vez que você quiser me enganar, não deixe uma parte do corpo aparecendo embaixo da cama. Fui ali na loja. Já volto, amor.”

Se você quiser pôr alguém à prova, você deve esperar que a pessoa faça o mesmo com você! Afinal, tudo o que vai, volta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*