ALERTA: O que é “Whats App Gold”?

Quem nunca imaginou ter um aplicativo de uso exclusivo? Já pensou ter um Whats App só para pessoas famosas ou ricas o suficiente para poder pagar alguns absurdos dinheiros pela exclusividade? Pois é, é mais ou menos isso que acontece com o Whats App Gold. O grande problema desse “novo” aplicativo é que ele não existe.

Essa história que está circulando por aí, sobre um novo modelo do aplicativo não passa de uma farsa. Acontece assim, a pessoa recebe um convite, através do próprio Whats App, para acessar o tal Whats App Gold. Teoricamente uma versão que só poderia ser acessível para celebridades.

Algumas diferenças desse aplicativo é que ele disponibilizaria chamadas de vídeo, a possibilidade de enviar até 100 imagens de uma vez só, além do sonho de todos nós, poder apagar mensagens mesmo depois de tê-las enviado. Essa mensagem traz um suposto link para a pessoa entrar, no qual poderia baixar a “nova” versão.

Como já era de se esperar, o link leva para um site que baixará um malware, que são arquivos nocivos, como vírus e cavalos de troia, para o aparelho da pessoa. Assim, como acontece com os computadores, hackers poderão acessar suas contas, dados, conversas, basicamente saber tudo aquilo que você faz, através do celular.

Algumas fontes informaram que a mensagem começa com a seguinte frase: “Hey Finally Secret Whatsapp golden version has been leaked, This version is used only by big celebrities. Now we can use it too”, “Olá, finalmente a versão secreta Whats App Golden vazou. A versão que era usada apenas pelas grandes celebridades. Agora nós podemos usá-la também”, em tradução livre.

Então, caso receba essa mensagem, exclua imediatamente e, claro, não clique no link. Também é bastante amigável da sua parte avisar à pessoa que te enviou a mensagem que o aparelho dela está enviando essas mensagens. E, se por acaso, você não sabia, recebeu e já clicou existe a possibilidade de remover os arquivos nocivos. Primeiro é preciso desligar o celular e reiniciá-lo em modo de segurança.

Depois de ter reiniciado em modo de segurança, vá até o gerenciador de dispositivos e encontre o arquivo que está infectado, a forma mais fácil é olhar pela data, que será a mesma do dia em que você clicou. Quando tiver concluído, desligue e ligue o celular novamente para ver se funcionou.

Então pessoal, gostaram da matéria? Sugestões, dúvidas, correções? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*