SUPER DICA: A Partir de Agora, Você Pode usar Salto Alto sem Sentir Dores nos pés…

Para a maioria, salto alto deixa as mulheres mais elegantes.

Você concorda?

Mas muitas muitas fogem desse tipo de calçado pelo desconforto e dores nos pés.

E os especialistas reforçam: “Os salto altos podem deformar, atrofiar a musculatura da panturrilha e causar sérios danos à coluna”.

Esses malefícios não são segredo para ninguém.

Mesmo assim, parece que a maioria está disposta ao sacrifício em nome do charme.

Sendo assim, trouxemos um supertruque para amenizar esse “drama”.

Mas antes veja algumas dicas:

1 – Procure sempre estar alternando seus saltos durante a semana, revezando os mais altos com os mais baixos.

2 – Adapte o sapato aos seus pés.

Caso ele não se encaixa perfeitamente em seus pés, procure um adaptador e palmilhas – não force a barra usando um sapato desconfortável por muito tempo.

3 – Saiba caminhar sobre o salto.

A forma como você anda é fundamental.

Ninguém anda descalço na ponta dos pés, não é verdade?

Por isso, quando estiver de salto alto, coloque primeiro o calcanhar, depois as pontas dos dedos.

4- Alongue seus pés antes e depois do salto.

Isso vai preparar melhor seu corpo para a maratona.

5- Alivie as dores.

Há mulheres que realmente sofrem com alguns sapatos – um pouco de água gelada nos pés alivia as dores e inchaço.

TRUQUE PARA EVITAR A DOR

saltos_altos_-_truque_-_2

Para fazer este truque muito eficiente, não precisa de muito.

Basta uma fita adesiva transparente – a cor é só questão de discrição.

Enrole em torno do terceiro e do quarto dedos, começando a contar a partir do polegar/hálux.

Ou seja, você vai juntar o dedo do meio com o dedo que fica ao lado do mindinho e passar a fita em volta dos dois.

A fita vai diminuir a pressão da parte da frente do pé, corrigindo os dedos isolados e evitando que eles se separem.

Resultado: sem dormência e dor nos pés.

Gostou?…Compartilhe

Um Comentário para: “SUPER DICA: A Partir de Agora, Você Pode usar Salto Alto sem Sentir Dores nos pés…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*